# 4- Não abra mão dos seus direitos.



Eu sei que demorei um pouco para postar novamente, mas esta semana tem sido agitada; muito trabalho. Sábado temos programação que tem me consumido a mente, nem meus amados livros pude ler. Só mesmo o da capa preta! A Bíblia irmão! Melhor falar assim, porque crente quando ouve “capa preta” já pensa bobagem.

E por falar em bobagem que os crentes pensam eu resolvi me manifestar contra uma delas. Uma falácia tendenciosa e cheia de juízo e opressão que tem afastado pessoas de Cristo, OK! Eu sei que só por esta descrição é impossível discernir que bobagem é essa, afinal de contas, são tantas bobagens que temos ouvido e é cada uma pior que a outra, mas vamos a ele.

“Deus não ouve mais minhas orações porque estou todo errado, estou no débito!”

Está é uma das frases que me incomoda muito, pois como os irmãos sabem, eu não consigo ser o super-santo que eu “deveria” ser e sempre me sinto em débito com Deus e não com os homens (embora sejam esses que me cobram a super-santidade), sendo assim, minha alma geme quando peco, mas a minha alma sangra e geme ainda mais quando eu escuto que meu fracasso em ser super-santo me deixa em débito com Deus e longe de sua presença!

O meu livro da capa preta me diz que todos os homens estão em débito, que todos pecaram e que o salário do pecado é a morte. Todos que pecarem merecem morrer e não existe alguém que nunca pecou. Então todos merecem morrer! Não existe ninguém que possa se justificar diante dEle e dizer batendo no peito: “ Eu não mereço a morte, eu sou santo!”, quem tiver essa ousadia deveria saber que todo aquele que o diz, se faz mentiroso, a verdade e a luz não estão nele.
Só existem dois tipos de posição diante de Deus: Dívida eternamente pendente ou quitada.

Dívida eternamente pendente
É a nossa dívida que, como visto acima, todos temos. Como dizia Davi, nossa mãe nos concebeu em pecado e em pecado vivemos todos os dias de nossa vaidade. Todos estão em débito eterno diante de Deus, e o débito pendente é aquele que nunca é pago e nunca será, pois as condições para pagar essa dívida são rígidas demais e os juros muito altos. Só existe uma maneira! Se alguém pagar por nós!

Dívida eternamente quitada
Quando Cristo sobe na cruz e sofre o castigo que um pecador deveria receber, ele é injustiçado, digno de uma indenização por danos morais e é assim então que nossa dívida é paga! A indenização que ele escolheu é que todos aqueles que o fizeram passar por essa vergonha e vexame e se arrependeram disso e aceitaram a inocência dele, acreditando na sua palavra e testemunho, seriam isentos de pagar a dívida! Toda a dívida foi paga para esses, não merecíamos nada além de um castigo, mas como ele é legal, ele pagou nossa parte da dívida que uma vez paga, está paga para sempre!

Bom essas coisas eu falei alegoricamente para entendermos melhor como toda dívida foi paga na Cruz e nenhuma condenação há para os que estão em Cristo, pois é Deus quem os justifica. Infelizmente os cristãos de hoje tem esquecido que a salvação não é uma barganha, e que Deus não esta procurando super-santos, a bíblia diz que os olhos do Senhor percorrem a terra procurando aqueles cujo coração é totalmente dele, para Ele se mostrar forte! Deus quer achar quem o ame, afinal o mandamento é amar a Deus acima de tudo, acima de tudo mesmo!

Lendo a bíblia no ônibus me deparei com Hebreus 10 e só depois entendi o motivo disso, Deus me preparou para o que aconteceria na semana, pessoas me procurando com essa idéia boba na cabeça, pessoas achando que por estarem longe da “igreja”, Deus não as ouve mais. Ele tanto ouve que manda auxilio e refrigério para os abatidos pecadores, veja esse texto como o inicio do refrigério que virá sobre tua vida.

Vamos examinar o texto juntos

HEBREUS 10
12 Mas este (Jesus), havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus,
13 Daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés.
14 Porque com um só sacrifício aperfeiçoou para sempre os que são santificados
15 E também o Espírito Santo testifica, porque depois de haver dito:
16 Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta:
17 E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades.

Nesse trecho do texto podemos ver que Jesus pagou as nossas dívidas e pecados, agora ele está sentado no trono esperando a derrota histórica-temporal de seus inimigos (pois a derrota eterna já aconteceu antes da fundação do mundo) e podemos ver que com um só sacrifício ele aperfeiçoa e santifica para sempre os que são santificados, nós!!!

18 Ora, onde há remissão destes, não há mais pagamento pelo pecado.
19 Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus,
20 Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,
21 E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,

Nesse trecho é claro que quem foi salvo não precisa continuar pagando por seus pecados, às vezes parece que a Cruz zera nossa dívida até o momento do batismo, depois disso, estamos por nossa conta e risco, ou seja, vamos voltar a ter dívida com Deus! Mas bendito seja Deus que pelo sangue de Jesus nos consagrou um novo e vivo caminho. Temos direito de entrar na presença de Deus, podemos ter essa ousadia, pois Cristo conquistou esse direito por um alto preço. Ninguém pode roubar esse benefício da Cruz em nossas vidas!

22 Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,
23 Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.
24 E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras,
25 Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.
26 Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,
27 Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.
28 Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.
29 De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?
30 Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
31 Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.


Eu sei que a está altura já tem gente falando: “Sabia que ia ter heresia! Esse sangue calvinista esta por todo o blog! Sabia que ele ia incentivar os irmãos a afrouxarem na santificação e estimular os desviados a voltarem sob a liberdade de continuarem nos seus pecados.” Pois bem, eu não fiz isso! Estes versículos acima me proíbem de fazer isso, embora salvação seja imerecida e totalmente eficiente para todo o sempre; os que são salvos mesmo, são os que conseguem entrar na presença de Deus com coração quebrantado, certeza da fé, mente lavada pela convicção de que Cristo nos livrou do pecado e da morte, arrependidos de todo o mal.

Não tenho mais dívidas e meus pecados foram pagos por isso Deus me ouve, mas o que dizer se eu me desviar?

Os versos 22-27 são bem claros! Todos devemos nos estimular, para vivermos em amor e boas obras, mas o mundo gospel tem ensinado que o desviado não tem acesso a Deus, e nem ao amor. Temos ensinado, de maneira subliminar, uma heresia.
Apoiados no verso 25 muitos dizem que não é possível ser salvo, viver com Deus e não viver na “igreja”, pois temos que congregar! A palavra congregar (do Lat. Congregare) nos remete à idéia de igreja, mas o real sentido não vai além de: ajuntar, reunir em congresso, congregar não é viver na igreja, mas sim em comunhão.


O Eunuco batizado por Felipe em atos voltou para o Egito e não congregou em uma igreja, seria ele condenado por isso? E o que dizer de João batista que nem passava perto das sinagogas? E Saulo que após se converter, segundo gálatas 1, não foi para Jerusalém ver a “igreja”, mas foi para o deserto da Arábia procurar por Deus.


Não estou justificando o fato de não irmos à igreja e nem o incentivando, mas estou apenas mostrando que o que importa, segundo o verso 25, não é estar congregado numa igreja, mas sim a importância de estarmos nos admoestando em amor e vigiando juntos para não cairmos no erro do versículo 26.
Segundo o verso 26 fica claro que os que pecam descaradamente depois de terem crido não podem ser salvos, pois Cristo não pode morrer na cruz de novo!

Oh! Céus! De salvos para sempre à sem salvação alguma!

Que virada de jogo bonita! Assim a cabeça dos letristas, biblicistas legalistas fica confusa mesmo, mas com uma boa consciência sobre a Graça de Deus podemos ver que o que o texto está dizendo é que o sacrifício de Cristo não será realizado novamente, pois já o foi! O que deve ser feito é se agarrar à Ele pelo arrependimento. Esse verso é arrasador em dizer que não existe nada além da Cruz que pode salvar um homem, mesmo o que já foi salvo precisa da Cruz.


Os que pecam e não estão nem se preocupando com isso, ainda estão no grupo dos que tem dívida eternamente pendente, porém os que foram uma vez salvos, quando caírem em pecado, não devem achar que estão perdidos (desviados), nem achar que Deus não ouve suas orações, mas devemos todos lembrar das palavras que dizem:

Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.
Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; porém, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.
E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. (Lembre-se que o mandamento é o amor)
Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós. (Lembre-se quem é o pai da mentira)

Eu termino este texto com a seguinte frase

O céu não é uma recompensa condicional, mas um relacionamento consumado.
(J. Blanchard)

Se você está se sentindo todo errado, lembre-se que todos nós somos! Volte agora para os braços do pai, não se preocupe em voltar para a igreja antes de voltar para Deus, pois de gente sem Deus na igreja nós não precisamos, estamos lotados, mas existem vagas abertas para pecadores confessos que entendem a necessidade de santificar-se por amor e gratidão a Deus e que o amem acima de tudo. Volte pro pai em oração e de coração, pois ele escuta sua voz e sente sua dor!

Deus te ama e não está com raiva de você, ele apenas está ansioso para te ver na presença dEle.

Não tenha medo, é seu direito! É sua herança! Não abra mão! Foi caro demais!

Sua tristeza sumirá acredite, pois na presença do Senhor há abundância de Alegria.

Sorria! Eu te amo de todo o coração e Jesus ainda mais!

Graça e paz à todos

  1. gravatar

    # by Hta - 5 de junho de 2007 07:25

    Nem li tudo, tenho sempre q ler por paragrafos ate pq to numa lan house, incrivel, ainda existe gente que entende o q é cristianismo e quem é Deus de verdade. Parabens amigo por esta de certa forma restaurando com suas palavras a verdadeira vida crista ( ainda nao li tudo, se nao concordar com algo vou falar, claro rsrsrs)

    Bjoss e manda bala, escreve mais!

  2. gravatar

    # by PEP - 12 de junho de 2007 13:51

    Hta vc sempre preguiçosa hein!!!!?

    Amo vc guria, só de saber que vc gasta seu tempo lendo o que eu escrevo, já fico feliz, mas pode me dar cajadada sim! Afinal isso aqui é um espaço democratico!!!!