# 2- Pecador é o meu nome!


" Santidade verdadeira não se resume em andar nas cartilhas da igreja e agir como todos esperam que venhamos a agir, mas Santidade verdadeira consiste em desejar e orar para que a obra que Ele começou em nossa vida, venha a ser concluída o mais rápido possível, pois queremos ser pessoas segundo o coração dEle, capazes e capacitadas a amar!"

Hoje o dia foi difícil e quase não tive tempo de escrever nada, e vasculhando meu PC acabei achando este texto que desejo compartilhar com todos,o texto estava incompleto, e hoje eu sei o porquê! Por que o vento ainda iria soprar e trazer as letras que faltavam para concluir as palavras que embora não tivessem sido escritas, já tinham sido ditas, em meu coração e mente!

Leia e se desejar, deixe sua opinião sobre o que foi dito, não se preocupe, seja livre e fale o que desejar!

Em nossas igrejas existem pessoas de diversos tipos, os mais malucos que se pode imaginar, as vezes acho que levamos muito ao pé da letra a passagem que diz que Deus escolheu as coisas loucas!Mas o tipo de pessoa que mais incomoda em nossas igrejas, são os pecadores! Esses incomodam demais os que são da igreja. A igreja odeia ter em suas fileiras essas pessoas! Todos sentam à distância e evitam muita intimidade com os pecadores, afinal, são Pecadores!

Incomoda muito saber que nossas igrejas tem pecadores! Mesmo sabendo que Ele veio para os pecadores e que não existe um só de nós que também não seja pecador, continuamos indignados com a "cara-de-Pau" que esses pecadores tem de permanecer na igreja!E analisando minha própria luta contra o pecado, cheguei a conclusão que a luta mais difícil não é vencer o pecado, mas sim agradar a "igreja", mas graças a Deus que não estamos aqui para isso! Pois é mais fácil agradar a Deus do que a "igreja", e olha que para o meu Cristo poder falar "Está consumado" e finalmente agradar a Deus de forma completa ele teve que morrer na cruz!

Nós, os pecadores, incomodamos a "igreja" e muitas são as vezes que os santos da "igreja" liberam palavras sobre nós com a intenção declarada de nos ajudar, embora o que se nota é o peso do julgamento e condenação, que já não mais há!

" E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará "
" Onde habita o espírito de Deus ali há liberdade "
" Aquele que está em Cristo é nova criatura"
" Todo aquele que é nascido do espírito anda na luz e as trevas não habitam nele"



Os santos da "igreja" tentando ajudar acabam lançando fardo da auto-justificação sobre nós e poucas são as vezes que ouvimos verdades como "Pela graça sois salvos e isso não vem de vós para que ninguém se glorie, mas vem pela fé que é dom de Deus!", e é por isso que muitos de nós, pecadores, temos desistido da vida na "igreja", afinal nunca vencemos nossos pecados de forma total!

Eu lamento muito pelos irmãos que desistem do caminho da Graça por não conseguirem viver de acordo com as regras do caminho da servidão à Lei! Por mais contraditório que isso possa parecer, assim o é e tem sido! Também é inacreditável como a "igreja" consegue pregar "graça salvadora" e imputar condições especiais e sempre voltadas à prática de obras auto-justificadoras!

Eu lamento muito mais pelos irmãos que imputam esse fardo nos outros e pior, lançam essas palavras citadas acima, como uma forma de expor ao pecador que ele não serve para "igreja" sempre se valendo destes versículos para levar-nos a conclusão óbvia e imediata, ainda que não declarada, de que Cristo não habita em nós e não somos salvos!

Esses pecadores sofrem na "igreja" e não é de se admirar que poucos são os dependentes químicos, homossexuais, prostitutas, adúlteros,tarados, vouyers confessos em nossos templos. Afinal, essa vida não é para nós, os pecadores confessos! Não prestamos e não fomos salvos!Eu louvo a Deus pois realmente esta não é a vida que temos que levar, mas é a vida que tentam nos submeter, mais uma vez a santidade perfeita que nunca teremos é exigida de nos,como pré-requisito para salvação, numa onda de ensinos e doutrinas arrogante-soberbo-egoísta-wesleyano* que dizem que devemos nos tornar cada vez mais santos pela força do nosso braço de acordo com a cartilha eclesiástica e o manual do santo denominacional!

Eu confesso que todos os versículos citados acima são verdadeiros, e realmente os salvos não vivem na prática do pecado antes preferem santificar-se em Deus, mas a ausência de amor e misericórdia por parte da "igreja" transforma as palavras que trazem vida eterna em veneno letal extraído da mais rara lótus púrpura do inferno! A letra mata mas o espírito vivifica, devemos ter em mente que os santos devem andar em santidade, mas precisamos deixar Aquele que iniciou a boa obra, termina-la! Precisamos entender que não depende de quem quer ou de quem corre atráz, mas sim de Deus usar de misericórdia sem esquecer que todo propósito debaixo do céu tem um tempo determinado.

Nós,os pecadores, temos nos desviado da "igreja" e isso nem sempre é mal, pois muitas vezes a "igreja" se torna uma sinagoga de Satanás, mas o que me entristece é que muitos de nós aprendemos que sem a "igreja" não há vida com Deus, e por isso, acabamos verdadeiramente afastando-nos de Deus, e não posso ver isso como outra coisa a não ser doutrina de Demônios, a mediação é feita por Cristo e não por igreja, nem pastor, nem papa. Invoco os pais reformadores para falar Sola Chrtistus ponto final!

Temos que nos reunir e orar, nós os pecadores, e permanecer na "igreja", mesmo que a "igreja" não esteja sendo Igreja, mesmo que ainda que com seus lábios confessem um nome sobre todo nome, vivam usando este nome como um meio e não como um fim! Usando este nome como palavra mágica, como alteres e como rédeas para a vida alheia!

Nessa vida evangélica muitas vezes passamos situações onde nossa fé é colocada em cheque, momentos críticos e que abalam o nosso íntimo. Principalmente quando nos deparamos com pecados rotineiros que se tornaram quase um Carma, algo tão intrínseco e inseparável de nós, que achamos que nunca os venceremos! E é nesse momento dramático, o momento que eu chamo de Romanos 7, é justo neste momento onde esperamos força de algum lado, que vem as piores avalanches destruidoras contra nossa auto-estima cristã.

E é neste momento que nós, os pecadores, somos tentados e praticamente levados, a nos retirarmos da "igreja", afinal, não servimos pra essa vida casta-sacro-santa! Foi num momento como este, de derrotas sucessivas contra o "meu pecado de estimação" que eu, pela Graça de Deus, cheguei à uma conclusão:

Quanto mais lutamos contra o pecado, mais percebemos o quanto somos pecadores!
Quanto mais me esforço pra fazer o que é certo, mais percebo o quanto sou errado!


Eu louvo a Deus por ter entendido isso antes de receber as palavra desAnimadoras que decretariam com certeza a falta de Deus em minha vida, mediante o alto padrão de santificação dos "santos da igreja" (pelo menos do que eles exigem, semelhantes aos amigos de Jó)! Mas é quando percebemos nossa fraqueza e assumimos diante de Deus e dos homens nossas falhas, que temos o entendimento da salvação gratuita, e do amor de Deus, e que nós não somos dignos dEle, não conseguimos fazer o que Ele quer totalmente, mas mesmo assim, Ele nos estende a mão e nos ama!!! Aleluia!!!

Se você ama o Senhor, é porque Ele te amou primeiro.

Cheguei a mesma conclusão de C.S Lewis, Lendo um livro deste e pensando em minha luta desenfreada por santidade seguida de uma queda após a outra e pensando naqueles que desistem da caminhada porque acham que nunca conseguirão agradar a Deus (leia agradar a "igreja"), mas mal sabendo que nada que fazemos pode agrada-lo 100%, foi com isso em mente que cheguei a um entendimento:

Somos como crianças que pedem dinheiro para o pai e depois compram um presente pra ele com seu próprio dinheiro,ou seja,Nada que ofereçamos para ele, já não lhe pertencia antes da fundação do mundo!


Tudo que fazemos é por Deus, e deve sempre ser, porque Ele fez tudo por nós antes de tudo o que ele fez ser criado! Pois como disse meu amado Caio, antes dEle falar "Haja luz" ele gritou na eternidade "Haja Cruz!".

Nossa luta contra o pecado será vencida em o nome de Jesus e pelo sangue de Jesus e ninguém pode acelerar isso, não importa o quanto queira!

Quanto a mim, invoco Martinho lutero para dizer "Sou pecador! Meu nome é pecador e meu sobrenome é pecador", rogo a Deus que me faça caminhar por veredas de justiça, justiça de Deus e não a dos homens, pois como disse Jesus: " Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus."


Por tanto eu encerro este texto, fazendo três apelos e uma conclusão final:


  • Para os santos da igreja: Vigiem mais em suas palavras,se é que realmente querem agradar a Deus, pois um dia cedo ou tarde serão confrontados pela dura realidade e irão dizer: "Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está." Sejam pacientes, amorosos e misericordiosos, se é que isso é do vosso interesse!

  • Para nós os pecadores da igreja: Vigiemos mais, para não deixarmos as palavras malignas da Teologia da Auto-justo-santificação entrar em nossas mentes e corações, não podemos nunca esquecer que Cristo morreu por nós e ele mesmo nos santifica em sua palavra e através do seu espírito. O apostolo Pedro depois de 3 anos andando com Jesus ainda usava espada! E Malco sentiu isso na carne (da orelha)! Mesmo Jesus desaprovando o uso da espada ele não obrigou Pedro a solta-la de sua mão, não antes que ele a soltasse de seu coração!A Santificação é um processo duro e penoso, onde o Oleiro com muito cuidado, carinho, amor e sem pressa, molda-nos de tal forma que do barro informe e sujo, ele cria os mais belos vasos de glória e honra! Não se preocupe em agradar homens, mas ore para que Deus te santifique dia após dia, criando em ti um coração puro e renovando um espírito inabalável! Perseverai por amor ao santo nome dEle!

  • Para os pecadores que não estão na "igreja": Volte correndo para os braços do pai! Ele fará festa e te apresentará um banquete e te dará novas vestes e um anel, o anel que sela e aliança o perdão, perdão que perdoa e não perdão que abrasa! Volte correndo pro caminho da Graça, não o caminho dos homens, mas o caminho da Graça que te concede o amor de Deus, mesmo sendo tu um pecador como eu!Vem correndo confessar-te diante do trono do pai! Você que nunca nem entrou na igreja, mesmo sendo "convertido", volta correndo para o caminho da salvação gratuita pela fé no filho de Deus!Vem santificar a tua vida por amor a Ele e por gratidão a Ele! vem correndo sem demora!

Eu agradeço a todos os irmãos que me apoiaram durante todo esse tempo e aos meus pastores a quem inclusive deixo uma palavra de Bênção!

Convertam-se cada vez mais ao Senhor e cada vez mais os homens se converteram á Cristo por vossa causa!

Certa vez em conversa intima com meu pastor eu lhe falei da minha insatisfação de não poder mais ir para Rave e baladas, e eu estava chateado, pois Cristo havia me libertado e eu me sentia cada vez mais preso, e nesse dia, o meu amado pastor me disse algo tão libertador, que até hoje eu lembro e acho que nunca esquecerei. Ele me olhou nos olhos e disse:"Meu filho pode ir pra Rave! Quem te proibiu, ou quem pode te segurar?"
E no mesmo dia eu fui para Rave, e eu sem peso algum na consciência me arrumei, livre leve e solto! Pronto pra me acabar na pista ou melhor, no gramado!Naquela noite eu pude finalmente ver como Deus trabalha e santifica seus filhos! Eu não consegui ficar muito tempo no local, Deus me fez sentir-me totalmente deslocado!Eu me senti um peixe fora dágua, e voltei pra casa chorando! Muito envergonhado, na semana seguinte fui falar com meu amado pastor, e após contar a situação, ele disse " Eu sabia que seria assim!"


Eu concluo tudo o que escrevi com uma frase:


Ainda que Deus nos tenha dado força e entendimento sobre certas coisas, não devemos impor nada sobre ninguém, mas sim orar e crer que o mesmo que nos deu a vitória, dará aos nossos irmãos também.






O vento vai soprar e as dores das feridas, causadas pelo pecado, Ele vai aliviar!


Graça e paz, que só Jesus pode dar!





Nota*: Ao citar Wesley não quis ofender os irmãos herdeiros da doutrina deste, mas apenas Fiz uma referência ao movimento Wesleyano que pregava um santificação perfeita em vida carnal nesta terra.

  1. gravatar

    # by Éverton Vidal - 24 de maio de 2007 10:44

    Enfim...

    Mais um excelente blog que lerei constantemente!

    Abraços PEP!
    Inté!