# 27 - Profetas com sede de Justiça

Nestes dias algo tem chamado minha atenção, a saber: Irmãos que amam a Deus que confessam não tolerar-aguentar-suportar mais o convivio com as instituições denominacionais evangélicas (As igrejas! ) Em menos de uma semana conversei com quatro pessoas, que mesmo amando a Deus, me confessaram sua insatisfação com a vida dentro das igrejas.

Quem me conhece sabe que sou profeta comprometido apenas com Deus e com a pregação pura e simples do evangelho da graça de Deus, em Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, que resume todas as leis e mandamentos em amor.

Nunca defendi a obrigatoriedade de alguem viver dentro de uma igreja, afinal ter o nome escrito no hall de membros de uma denominação evangélica nunca garantiu que o mesmo estivesse escrito no livro da vida. Todavia eu sempre defendi e sempre defenderei a comunhão com os santos sem a qual qualquer um, em breve, morrerá.

Nesse ano Deus tem me dado um entendimento ampliado da Cruz e isso tem causado em mim algo que Cristo chamava de bem-aventurança: Sede de Justiça! Realmente existe muita coisa errada nas igrejas e eu não posso ficar calado, nem de mãos atadas. São muitos os erros e equívocos da igreja e por isso ouço muito as seguintes queixas:

Não aguento mais ver o evangelho da salvação sendo tratado como religião;
Não aguento mais ver a Graça de Deus sendo tratada como Barganha-macumba;
Não aguento mais ver a fé sendo tratada como mercadoria de balcão;
Não aguento mais a formalidade-mecanica-performática dos cultos evangélicos;

Não aguento mais ouvir que Deus só ama quem obedece à igreja;
Não aguento mais ouvir que somente os membros da igreja serão salvos;
Não aguento mais ver o pouco caso que se faz dos necessitados da igreja;
Não aguento mais a ênfase em dinheiro, crescimento númerico e templos luxuosos;

Não aguento mais os pastores que abusam do seu rebanho;
Não aguento mais os rebanhos que apunhalam seus pastores;
Não aguento mais os levitas-estrelas nem os pregadores-popstars;
Não aguento mais a idolatria disfarçada de admiração;
Não aguento mais o preconceito disfarçado de separação do mundo;

Não aguento mais ouvir que a verdade liberta e ver o povo cada vez mais preso;
Não aguento mais as listas-regras-dogmas sendo mais valorizadas que os homens;

Não aguento mais os “moveres” e “unções” que não aumentam nosso amor e fé;
Não aguento mais congresso-palestra-treinamento-retiro-encontro “espiritual”;
Não aguento mais “avivamentos” que so trazem barulho e não mudam a sociedade;

Nãoa guento mais “milagres” forjados, e testemunhos armados;
Não aguento mais o “fale para a pessoa do seu lado...blablabla”;
Não aguento mais o senta-levanta dos cultos;
Não aguento mais as “profetadas” e os “revelamentos” da carne;

Não aguento mais a hipocrisia, e maquiagem de pecados dentro da igreja;
Não aguento mais o tratamento diferenciado que pastores e os ricos recebem;
Não aguento mais a igreja e suas manias doidas!!!!

Essas são as queixas e reclamações dos manos e manas que têm cruzado meu caminho. Graças a Deus que têm cruzado meu caminho, para que eu possa ajuda-los e a mim mesmo, me ajudar também, pois quem pensa estar de pé, cuide para que não caia!

Concordo que grande parte, senão todas, as queixas relatadas acima procedem e realmente tem pouco, ou nada, a ver com o evangelho da graça de Deus; mas mesmo assim devo dizer algumas coisas, visando o nosso bem e a nossa firmeza em fé e amor:

1 - Nenhum problema pode lhe tirar a alegria do Espírito Santo

O mal dos que reclamam disso tudo, é que ficam parados, anestesiados e acabam estagnados diante da forma como a igreja vem vivendo o “evangelho”. Morrem assim sem nada fazer além de murmurar e criticar, tornando-se assim, infrutíferos, e tão inúteis quanto aqueles de quem reclamam tanto. Deixam de fazer o que é bom (viver o evangelho) para fazer o que é mal (reclamar da igreja).

Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo

Filipenses 2:14-15

Nada nem ninguem pode tirar de mim a alegria que vem do alto! A alegria que sinto ao pensar na cruz não tem preço e é por isso que os profetas tinham forças e ânimo para continuar sua luta, afinal a alegria do Senhor era a força deles e será a nossa também. Vamos acreditar em Deus e viver felizes e gratos por ele ter nos amado quando ainda éramos pecadores perdidos e ter morrido por nós quando ainda éramos seus inimigos.

Não use as falhas-incoerencias-bizarrices-heresias da igreja para justificar sua frieza e seu relaxamento quanto a orar e vigiar, amar e perseverar até o fim. Ninguem vos engane, cada um dará conta de seus atos e ninguém poderá dizer que decaiu da graça de Deus por causa do pecado dos outros, pois maior é o que está no crente do que o que está no pecado!

Se sua dor vem do amor que sente por Deus e seu evangelho, então você tem forças para sobreviver a este deserto, mas se você apenas usar a igreja para disfarçar as verdadeiras origens de seus problemas, então você poderá se machucar muito e se perder na caminhada.


2 – Transforme sua insatisfação em sede de Justiça

Se você realmente está insatisfeito com a igreja mas ama a Deus e vive por fé, você deveria estar orando, clamando, intercedendo, meditando na palavra, vivendo o evangelho de forma intensa e sincera, abençoando as pessoas e amando a vida. Se esta não é a realidade de sua vida, acredite, você está prestes a morrer na fé e a se entregar ao torpor espiritual do mundo, por causa de você mesmo! A igreja está sendo apenas a gota d’água em sua vida, mas o problema maior está além dos problemas da igreja, está dentro de você.

O rei Davi teve um problema com Saul e ficou muito insatisfeito com o que estava vivendo, todavia ele não se entregou à depressão nem à apatia. Davi transformou sua insatisfação-murmuração-queixa em sede de Justiça, a murmuração leva à ruína, a sede de justiça leva à satisfação!

Julgue o SENHOR entre mim e ti, e vingue-me o SENHOR de ti; porém a minha mão não será contra ti.

1 samuel 24-12

Vamos nos indignar como profetas que somos, mas não vamos resolver as coisas do nosso modo, nem operar a nossa justiça, pois a biblia diz que a justiça dos homens não produz nem simula a justiça de Deus. Cabe a nós apenas clamarmos e vivermos o evangelho intensamente, sem desculpas para pararmos. Vamos fazer como Davi, vamos entregar os problemas nas mãos de Deus e seguir em frente: Sede de Justiça!

Vamos viver o evangelho mesmo que algumas igrejas não queiram e até mesmo duvidem de nossa conversão, mas eu não devo nada a ninguém e independente de igreja, sempre viverei o evangelho de Jesus Cristo. Repito que a condição de algumas igrejas não é maior do que a força do amor de Deus, logo, quem vive neste amor, suporta estas tribulações e sobrevive em amor...


3 – Lute contra o Sistema e encare as consequências disso

Existe uma música do Fernandinho que tem se encaixado muito bem no meu estilo de vida. A letra da música Sede de Justiça fala sobre a luta contra o sistema mundano que tem se infiltrado em nossas igrejas. Fernandinho cita alguns problemas reais e noto que ele manifesta a mesma indignação deste grupo de amigos insatisfeitos, assim como a mim também!

Recomendo que ouçam a música, estou ouvindo ela repetidamente enquanto digito este texto.

Se estamos insatisfeitos com os rumos que nossa igreja tem seguido;
Se estamos sedentos por um avivamento verdadeiro e temos sede de justiça;
Se realmente estamos vivos e não usamos a igreja como desculpa para frieza;
Se realmente estamos querendo viver o evangelho da Graça de Deus;
Então não podemos nunca nos esquecer destes versículos:

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão saciados;

Mateus 5:6

não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12:2

Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

Mateus 5:13-16

Agrada-te do SENHOR, e ele te concederá os desejos do teu coração.

Salmos 37:4

Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas naquele que me fortalece

Filipenses 4:12-13

Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

Romanos 8:18

E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás.

Salmos 50:15

Terminarei este texto dizendo que gosto muito de saber que existem outros irmãos profetas como eu, que não se curvam diante do sistema e que não tem compromisso com ninguém além de Deus.

Se você se revolta com o que tem visto dentro das igrejas, se prepare! Você foi eleito por Deus para ajudar a mudar isso! Para se unir a mim e aos outros profetas desta geração para profetizarmos uma restauração da fé verdadeira, simples e poderosa, que segundo Paulo, atua pelo amor e é fruto da fé em Deus e não em nossas capacidades humanas.

Não se deixe morrer por causa das falhas da igreja, antes tire delas alguma motivação extra para viver, lutar, pregar, orar, vigiar e buscar a cada dia, mais e mais uma vida de santidade, que só acontece mediante entrega total a Deus através da fé inabalável no seu amor por nós.

As portas do inferno não prevalecerão contra a igreja, ainda existem “7 mil” joelhos que não se curvaram ao sistema e eu sei que meu redentor vive e em breve se levantará. Por tanto, viverei a vida em paz, caminhando nos passos de Cristo, crendo que o proprio Cristo, cabeça da igreja, irá se manifestar para endireitar as veredas da igreja, afinal ela pertence a ele, foi ele quem morreu por ela, e não existe ninguem mais interessado em que ela viva plenamente a vida abundante do que ele mesmo!

Não estou desejando levantar uma rebelião contra a igreja, nem muito menos tentando colocar sobre os irmãs cansados e atribulados um fardo de profetas e restauradores de um sistema caído. Muito pelo contrario! O que desejo com este texto é dizer que você é normal, e que sua fé é sincera, mas talvez você esteja deixando essa insatisfação abalar sua fé no amor de Deus.

Eu digo para você se esquecer dessas coisas e viver sua vida com Deus em paz, procurando amigos e irmãos de verdade, vivendo em comunhão, se enchendo do espirito santo com eles, através do convívio santo e abençoado com a igreja do senhor (a igreja somos nós!).

Não desista de ser nova criatura, nem do novo e vivo caminho, nem muito menos de aproveitar a abundante vida no evangelho da graça de Deus e toda a maravilhosa alegria do espirito santo.

Não se sinta responsavel por mudar o mundo, mas apenas viva o evangelho e perceberá que o mundo começará a ser mudado. Como dizia Ghandi: “Seja você mesmo a mudança que espera ver no mundo”, siga seu caminho com Deus e não deixe nada paralizar você, como dizia Luther king: “O que me assusta não é o grito dos maus, mas o silencio dos bons”.

Viva o evangelho!
Tenha sede de Justiça!
Ame a Deus e ao proximo!
Sejam profetas de Deus, pois ainda que não o queiram, já o são!

Somos uma geração profetica, inconformada com os rumos da cristandade e que deseja apenas viver o evangelho em paz!

Fiquem com Deus, o único que transforma sinceros insatisfeitos em verdadeiros profetas e escolhe os que não são para confundir os que são.

PEP

02/03/09

  1. gravatar

    # by Daniel Grubba - 15 de abril de 2009 05:43

    Cara,
    Seus texto estão me ajudando bastante. São sinceros, equilibrados e bíblicos.

    Deus lhe abençoe,
    daniel